domingo, 10 de março de 2013

GARARU / SE - 136 anos


EMANCIPAÇÃO POLITICA DE GARARU – SE
 Até então, comemora-se a emancipação política de Gararu no dia em que a divisão da freguesia do seu padroeiro, Bom Jesus dos Aflitos, foi estabelecida com a Portaria Nº. 1.038, datada de 28 de março de 1876, in verbis

Principiará na margem do rio S. Francisco no riacho na foz da Logoa Escurial, rumo direito ao Atalho, desde a lagoa da Vaca, comprehendendo esta; d’ahi à travessia, em casa de Antonio Pernambuco, ficando esta para a nova freguezia; e seguindo em direitura à cabeceira do riacho da Pedra, seguirá por elle até o riacho Gararu, por este abaixo à foz do Riacho Sovela, até as suas cabeceiras; d’ahi rumo direito às cabeceiras da Gruta, onde se acha collocado o tanque da fazenda Riacho Grande; e d’ahi, respeitando as divisões de Sant’Anna do Aquidaban, descerá fazendo rumo direito para a pedra do Mocó, e procurando a antiga estrada do Bonito, para a fazenda Quixaba: por ella seguirá a fazenda Lagoa, e descendo pela estrada que segue para Itabaiana, chegará ao rio Sergipe, por este acima às suas cabeceiras fronteiras às fazendas Contenda e Monte-Santo, compreendidas estas; d’ahi procurará as cabeceiras do riacho Capivara, descendo por elle até altura das cabeceiras do riacho Capivara, descendo por elle até a altura das cabeceiras do riacho Porteiras, e por elle abaixo irá à margem do rio S. Francisco, a encontrar o ponto d’onde partiu.
(Res. 1.038/76, Art. 1º)

Para entender melhor, lembramos que em 10 de abril de 1875 a capela do Senhor Bom Jesus dos Aflitos, do Povoado Curral de Pedras, foi elevada à categoria de matriz através da Resolução Nº. 1.003. Essa mesma portaria também criou a sua freguesia, ou seja, os limites da paróquia. Logo, essa é a data da emancipação da referida Paróquia, que pertencia à Matriz de Nossa Senhora da Conceição da Ilha do Ouro, comunidade que hoje integra o município de Porto da Folha e que, na época, era a sede daquele município.
De acordo com o IBGE (c. site), o distrito de Gararu (então Curral de Pedras) foi criado pela Resolução Provincial Nº. 1.003, de 16 de abril de 1875. Para essa informação ainda não encontramos fundamentação literária, visto que essa Resolução não foi encontrada. Por outro lado, podemos afirmar que o povoado Curral de Pedras foi elevado à categoria de vila e teve os seus limites marcados com a Resolução Nº. 1.047, de 15 de março de 1877, posto que conferimos essa literatura na Coleção das Leis e Resoluções promulgadas pela Assembleia Legislativa de Sergipe, na Biblioteca Estadual Epifânio Dórea, em Aracaju (SE). Constatamos que com essa Resolução também ficou criado o município de Gararu, sendo este desmembrado do território de Ilha do Ouro. De acordo com o parágrafo único do artigo primeiro da referida Resolução “os limites do município serão os mesmos da freguesia do Senhor dos Afflitos do Curral de Pedras”.
Por isso, defendemos que a emancipação política de Nossa Terra deve ser comemorada no dia 15 de março. E que Gararu completa 136 anos de independência administrativa em 2013.

Djenal Vieira

Nenhum comentário: