segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Administração Política

Em 1.890 o Governo do Estado resolveu dissolver a Câmara de Gararu, (que já existia, com data não apurada) e nomear um Conselho de Intendência Municipal para cuidar dos interesses do Município. Este conselho ficou composto pelo Padre Leonardo da Silveira Dantas, o Capitão Antônio de Freitas e o Senhor João Francisco de Melo, sendo presidido pelo Padre Leonardo.

Conforme a lista abaixo o primeiro prefeito do município foi Francisco Vieira de Menezes, que administrou o município por quatro anos. O atual prefeito é João Francisco Albuquerque de Oliveira, eleito pela terceira vez.

Tabela dos Prefeitos de Gararu

NOME

MANDATO

FRANCISCO VIEIRA DE MENEZES

1948 – 1951

NELSON RESENDE ALBUQUERQUE

1952 – 1955

ANTONIO RESENDE

1956 – 1959

NELSON RESENDE ALBUQUERQUE

1960 – 1963

MIGUEL ALVES MELO

1964 – 1967

ANTONIO RESENDE

1968 – 1970

ROBERTO ARAÚJO

1971 – 1972

NELSON RESENDE ALBUQUERQUE

1973 – 1976

JOSÉ CARDOSO MATOS

1977 – 1982

10º

ANTONIO ROLEMBERQUE DE ALBUQUERQUE

1983 – 1988

11º

ARY RESENDE SILVA

1989 – 1992

12º

ANTONIO ROLEMBERQUE DE ALBUQUERQUE

1993 – 1996

13º

JOÃO FRANCISCO ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA

1997 – 2000

14º

JOÃO FRANCISCO ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA

2001 – 2004

15º

JOSE CARDOSO MATOS

2005 – JAN/06

16º

HELDER ALBUQUERUQE DE RESENDE

FEV – JUN/06

17º

JOSE CARDOSO MATOS

JUN/2006 – 2008

18º

JOÃO FRANCISCO ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA

ATUAL


A Nova Divisão Administrativa

Com a divisão administrativa do Brasil em 1911, referentes a 1911 e 1933, Gararu passa à sede de comarca constituindo-se de um só distrito (o de mesmo nome), compreendendo os termos judiciários de Gararu.

Nas divisões territoriais datadas de 31 de dezembro de 1936 e 1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Nº. 69, de 28 de março de 1938, consta que o município de Gararu compreende dois distritos: o da sede e o de Providência (in: IBGE, 1948). Tal fato se evidencia nos quadros vigentes nos qüinqüênios 1939 a 1943 e 1944 a 1948, fixados respectivamente pelos Decretos-lei estaduais Nº. 150, de 15 de dezembro de 1938 e 377, de 31 de dezembro de 1943, onde se observa que, no último quadro, o distrito de Província recebe o nome de Itabi (Idem).

Nenhum comentário: